BLOG

Confira dicas e novidades da Agência Make Web!

SÃO PAULO - A Microsoft negou a existência de uma falha no Windows Media Player que permitiria a execução de códigos remotos. A suposta vulnerabilidade foi apontada pelo pesquisador Laurent Gaffie, na última semana, em uma lçista de discussão de segurança. A Microsoft disse em seu blog que investigou o assunto e que a informação não procede. Gaffie havia dito que uma falha no Windows Media Player 9, 10 e 11 permitia a criação de arquivos maliciosos, que uma vez executados abririam as portas do computador a crackers. Além de negar a existência da falha, a Microsoft criticou o pesquisador por divulgar a suposta vulnerabilidade sem antes entrar em contato com a empresa. A Microsoft disse que a falha em questão já havia sido identificada em procedimento de manutenção e corrigida no Windows Server 2003 Service Pack 2. Fonte: Plantão INFO

Instagram @AgenciaMakeWeb

Curta nossa FanPage!