BLOG

Confira dicas e novidades da Agência Make Web!

É quase sempre a mesma coisa: todo ano há novas metas a serem alcançadas e uma campanha de incentivo é realizada para ajudar os profissionais a cumprirem a missão de aumentar o faturamento da empresa. Na hora de premiar, as companhias lançam mão dos mesmos recursos há anos – prêmios em dinheiro, produtos ou mais raramente, viagens. Há pouco mais de dois anos, porém, vem crescendo o número de grandes e médias empresas que estão investindo no Marketing de Experiência para compor as ações de relacionamento, promoção e recompensa não só a funcionários, mas para clientes, parceiros e prospects. Bradesco, Itaú, Kopenhagen, UOL, SulAmérica, Credicard Citi e Gerdau são algumas das companhias que oferecem experiências. A lista de ações é praticamente infinita. Pode-se fazer um passeio de balão, ter um chef em casa preparando um jantar, passar uma noite num castelo na Europa, voar de asa delta, tomar um banho de vinho, relaxar em qualquer SPA do mundo, pilotar um carro de Fórmula 1, ter aulas de circo, esquiar, entre muitos outros. Só em O Melhor da Vida, empresa especializada neste segmento, há mais de 1.500 opções de experiências. Case de sucesso Uma das ações Marketing de Experiência que ganhou destaque nacional foi a promoção Sonho Mágico da Kopenhagen. A marca está oferecendo um mergulho em Fernando de Noronha, um vôo num caça em Nova York, um passeio de balão no Vale do Loire, na França, experimentar gravidade Zero na Flórida, fazer um Safári na África do Sul, entre outros. Para o consumidor, a sensação é de poder vivenciar momentos inesquecíveis. “Isso gera uma valor para a marca muito grande só pela repercussão que esta campanha tem”, afirma Daniel Nahas, sócio-diretor de O Melhor da Vida, que desenvolveu o catálogo de experiências para a Kopenhagen. Associar uma marca a momentos de prazer, de entretenimento e de experiências inesquecíveis é o grande apelo do Marketing de Experiência. É uma tendência desenvolvida na Europa, EUA e Austrália. “Quando você dá um carro, a maioria vende para resgatar o valor do bem. Já uma experiência é inesquecível para as pessoas que ganham. O residual é muito maior”, ressalta Manoel Condado Junior, da agência Infiniti Incentive. Experiências para todos Todas as áreas precisam ter O Melhor da Vida, aponta Daniel Nahas. Uma recompensa pode ser feita para relacionamento e incentivo. Pode ser utilizado pelo RH, pelo Comercial e pelo Marketing. “Hoje não se vende apenas o produto. Caminhamos para uma experiência de compra. Os consumidores querem novidade. Isso faz diferencia para as pessoas”, diz Nahas. Para quem trabalha neste segmento, o grande desafio é fazer o Marketing de Experiência entrar no planejamento das ações. “As campanhas já estão em andamento, com a mecânica definida e só depois algumas empresas pensam em oferecer o Marketing de Experiência e aí tem que se adequar. Quando consegue pegar o cliente no estágio do planejamento é melhor”, explica Condado Junior. Com planejamento, as empresas podem desenvolver uma campanha de incentivo totalmente gerenciada, com resultados em tempo real. O próprio O Melhor da Vida dispõe de um software de gestão da campanha, com o cronograma, quem são os participantes, quem participou de terminada ação, a pontuação e quais foram as trocas por experiência. Mais empresas investem O Itaú é uma das empresas que está investindo neste tipo de Marketing. O banco fez uma pesquisa interna e, de acordo com a filosofia de incentivar as vendas com premiação, escolheu as experiências. “Dentre as opções de mercado de recompensa resolvemos fazer algo diferenciado. Se não fosse pela campanha de incentivo, dificilmente o colaborador teria acesso a uma experiência como um vôo de balão”, afirma Fernanda Bustamante, Gerente de Produtos de Ativos do Itaú. A campanha mais recente do Itaú é direcionada à força de vendas para produtos de empréstimos para pessoa jurídica. É a primeira vez que este setor do banco tem este tipo de recompensa, normalmente atrelado a bônus em dinheiro. “As pessoas estão gostando porque não abrimos mão do bônus e todos estão super motivados em conquistar a premiação que desejam”, relata Fernanda em entrevista ao Mundo do Marketing. A campanha começou agora em setembro. Um vídeo enviado por e-mail lançou o projeto e toda semana um E-mail Marketing é enviado para lembrar os colaboradores da ação. O banco vai fazer ainda demonstração com algumas premiações. Na Intra Corretora de Valores as experiências estão dentro de um programa de fidelidade. “O objetivo é criar uma ação de fidelização com os clientes da Intra, uma corretora que se posiciona no investidor Premium, que busca atendimento especial e faz aporte todo mês”, comenta Fábio Cooke, Gerente de Marketing da empresa. A cada real investindo, parte da corretagem vira pontos que podem ser trocados por experiências. Dos 25 mil clientes da Intra, 1.500 estão fazendo parte do programa que já tem um ano e meio. “Acreditamos que a experiência é uma excelente opção porque além de tangível é diferenciada. Com isso, fidelizamos o cliente”, conclui Cooke. Fonte:Mundo do Marketing, Bruno Mello

Instagram @AgenciaMakeWeb

Curta nossa FanPage!